É possível engravidar durante a amamentação?

Se você teve um bebê recentemente, sua mente provavelmente está transbordando de perguntas sobre sua nova vida, desde como saber se seu bebê está recebendo leite suficiente até quando (ou se) você terá uma noite inteira de sono novamente.

Um que tende a estar no topo da lista para a maioria das mães que amamentam é se você pode ou não engravidar durante a amamentação. Você pode ter ouvido que a amamentação pode servir como  uma forma de contracepção e embora isso não seja totalmente falso, não é toda a história também.

Você pode engravidar enquanto está amamentando?

A resposta simples é sim. Embora a amamentação ofereça alguma proteção contra a ovulação , a ocorrência mensal em que você libera um óvulo maduro de um de seus ovários, é possível ovular e engravidar antes da primeira menstruação.

O jogador-chave aqui é o hormônio oxitocina, que é responsável pela produção de leite. Na verdade, ele impede que o cérebro produza o principal hormônio que estimula o ovário a produzir um óvulo a cada mês que, eventualmente, ovulará com o objetivo de encontrar um espermatozóide. 

Quando uma mãe está amamentando exclusivamente , ou mesmo de forma consistente, é menos provável que ela ovule até começar o desmame.

Isso não significa que você não ovulará. O efeito “protetor” da amamentação torna-se progressivamente menos eficaz quanto mais tempo se passa desde o parto.  

Você pode engravidar se estiver amamentando e ainda não tiver menstruado?

Como a ovulação ocorre antes da menstruação em seu ciclo mensal, a ausência de tia Flo não elimina a chance de você estar ovulando em qualquer momento. Na verdade, é mais comum você ter um período de cerca de duas semanas após a ovulação. 

Em outras palavras, se você esperar até a menstruação para começar a usar outras formas de contracepção pode ser tarde demais para evitar a gravidez se é isso que você está tentando fazer.

Por que as pessoas pensam na amamentação como um controle de não engravidar?

O aleitamento materno exclusivo, que consiste em amamentar pelo menos a cada quatro horas durante o dia e pelo menos a cada seis horas à noite, nos primeiros seis meses pós-parto e antes  do retorno da menstruação, é denominado amenorréia lactacional (MAL). É considerada uma forma eficaz de contracepção, desde que todos os critérios sejam atendidos.

Amamentar fora desses critérios, especialmente quando a mãe está  fazendo suplementação com fórmula ou sólidos e sua menstruação ainda não voltou, não oferece a mesma proteção anticoncepcional. Por esse motivo, seu obstetra / ginecologista provavelmente irá sugerir que você comece outro tipo de anticoncepcional se não estiver tentando engravidar novamente.

Se você não quiser engravidar novamente, é realmente uma boa ideia falar com seu obstetra / ginecologista sobre começar outra forma de contracepção logo após o parto, mesmo se você estiver amamentando. Várias formas de contracepção não têm impacto sobre a amamentação, incluindo pílulas anticoncepcionais só de progestógeno e DIUs.

A amamentação pode interferir na sua gravidez se você engravidar?

É geralmente considerado seguro continuar a amamentar depois de engravidar. No entanto, algumas mulheres podem sentir cólicas devido à liberação de pequenas quantidades de ocitocina (o mesmo hormônio que causa as contrações) durante a amamentação. A preocupação é que, em casos raros, isso pode  causar parto prematuro.

Embora seja improvável, se você estiver grávida e amamentando, deve informar ao seu obstetra / ginecologista se você começar a sentir contrações regulares e / ou cada vez mais dolorosas para descartar qualquer interferência em sua gravidez. 

A consideração mais importante ao  amamentar durante a gravidez é obter calorias suficientes para sustentar o crescimento do feto e do filho em desenvolvimento ao mesmo tempo.

Embora você certamente possa usar a amamentação a seu favor se estiver tentando evitar outra gravidez tão rapidamente, não é um método infalível, por isso é importante ter cuidado. Se você seguir as regras estabelecidas no método LAM – amamentação exclusiva de um bebê com menos de 6 meses de idade antes de sua menstruação voltar você tem menos de 5 por cento de chance de engravidar. 

Mas você não deve confiar na amamentação como forma de prevenção, e sua aposta mais segura é usar um método contraceptivo, mesmo se estiver amamentando.Também é importante observar que os médicos aconselham as mulheres a  esperar um ano inteiro para engravidar novamente, porque é a opção mais segura e saudável para elas e suas futuras gestações. 

Ficar grávida antes disso, especialmente nos primeiros seis meses após o nascimento do bebê anterior, pode aumentar o risco de complicações na nova gravidez.

Leia isto a seguir:

Nutrientes essenciais durante a amamentação

Pega correta: 6 passos para uma boa pega na amamentação

Os benefícios da amamentação para a mãe e o bebê

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.