Grávida pode fazer depilação a laser?

Grávida pode fazer depilação a laser? Você esta admirando sua barriga até notar pelos grossos em lugares indesejados. Mudanças hormonais durante a gravidez (especialmente, um aumento nos hormônios como estrogênio, progesterona e hCG) podem resultar em crescimento excessivo de pelos durante a gravidez. 

É natural que você se preocupe e você pode procurar vários métodos de remoção de pelos para se livrar dos pelos da barriga, linha do biquíni, virilia e axilas. Embora a lâmina seja uma solução fácil, muitas mulheres hoje procuram a depilação a laser. 

A depilação a laser é usada para reduzir e interromper o crescimento do pelo, mas será que é segura durante a gravidez? Vamos descobrir!

Pode fazer a depilação a laser durante a gravidez?

A resposta simples é ‘não’. A maioria dos médicos e clínicas de depilação a laser desaconselha o procedimento de depilação a laser durante a gravidez, pois pode não ser seguro para a futura mamãe e seu bebê. Portanto, é melhor você seguir o conselho de um médico e adiar o tratamento por um tempo.

Como funciona a depilação a laser?

Se a lâmina simplesmente retira o pelô presente do lado de fora, a depilação a laser pode ser considerada um método que vai mais fundo. Os profissionais de clínicas dispõem de um pequeno instrumento que direciona um feixe de luz sobre a área de onde se deseja depilar. 

O feixe de laser atinge os folículos capilares presentes na pele, que são expostos a esses raios poderosos e são destruídos. Os pigmentos escuros do pelô sofrem destruição térmica, causando danos aos próprios folículos e removendo o excesso de pelôs.

Quanto tempo leva para ser concluído o tratamento a laser?

Uma vez que a depilação a laser geralmente é escolhida para se livrar dos pelôs permanentemente, todo o procedimento de tratamento pode levar de 6 meses a cerca de 2 anos. Vários fatores determinam o tempo de duração, como a taxa de crescimento do pelô, a constituição do pelô, sessões anteriores, etc.

Nos estágios iniciais, a maioria dos profissionais recomenda um mínimo de 6 sessões de remoção a laser para poder ver o progresso. Uma vez que a fase inicial esteja completa, é necessário repetir o tratamento uma vez a cada 6 semanas para remover totalmente qualquer vestígio de pelô excessivo. Mesmo depois disso, o crescimento mínimo do pelô é possível, o que pode exigir outra sessão.

Quão eficaz é a depilação a laser?

A depilação a laser é uma das maneiras mais eficazes de reduzir os pelôs do corpo, mas pode não remover os pelôs permanentemente. As sessões de laser podem clarear a cor do pelô, transformar a textura ou adiar o crescimento.

Problemas que podem surgir se fizer tratamento de depilação a laser durante a gravidez

Embora a depilação a laser possa ser a escolha mais óbvia durante a gravidez, há razões suficientes e mais para evitar esse tratamento. Aqui estão alguns motivos pelos quais você deve evitá-lo:

  • Um tratamento básico de depilação a laser pode levar de 6 meses a um ano. Isso significa que as sessões continuarão nas fases posteriores da gravidez também. Não apenas seu corpo terá problemas para se movimentar e permanecer na posição necessária para o tratamento, mas a sensibilidade de sua pele e de outras áreas do corpo também será maior. Isso pode causar irritação ou desconforto durante o tratamento.
  • A remoção a laser nas principais áreas dos seios e nas regiões do biquíni pode ser irritante durante a gravidez, pois essas são as áreas mais sensíveis no momento. Também pode ocorrer alguma vermelhidão ou inchaço devido ao tratamento.
  • Como os raios laser são poderosos para destruir os folículos capilares, sua administração nas áreas do baixo-ventre e das coxas pode induzir cãibras e ser bastante doloroso para continuar.
  • Os níveis flutuantes de hormônio levam à produção excessiva de melanina. Isso escurece ainda mais a pele, deixando-a mais sensível, o que acaba tornando o tratamento a laser dolorido e não tão eficaz quanto antes.
  • As sessões do tratamento a laser são espaçadas de acordo com o tempo de crescimento do pelô. Dado o fato de que o corpo da mulher passa por uma série de mudanças internas durante a gravidez, os níveis hormonais acabam encurtando a duração do ciclo de crescimento e até ativam folículos anteriormente inativos. Isso pode resultar em um crescimento mais rápido do pelô do que antes.
  • Devido à maior sensibilidade da pele, existe o risco de sofrer de problemas relacionados com a pele. Você pode sentir irritação na pele devido à exposição aos raios laser.
  • Muitas clínicas recomendam o uso de um creme anestésico, pois as mulheres grávidas tendem a sentir mais dor do que outras durante o tratamento. No entanto, este creme é facilmente absorvido pelo corpo e pode não ser seguro para você ou para o bebê.
  • A radiação do laser não é prejudicial, pois não é ionizante e não penetra profundamente no corpo. No entanto, os tecidos que circundam a área de impacto podem acabar absorvendo parte da radiação.

A depilação a laser pode afetar o bebê?

Embora não haja evidências conclusivas para provar os efeitos nocivos da depilação a laser na gravidez, não há evidências que apóiem ​​o oposto também. A melhor coisa a fazer é evitar o tratamento a laser durante a gravidez.

Pode fazer depilação a laser na área do biquíni durante a gravidez?

A área do biquíni é muito sensível, por isso é melhor não ser exposta ao calor. Portanto, evite fazer a depilação a laser na área do biquíni ou em qualquer outra região durante a gravidez.

Você deve adiar as sessões de depilação a laser até o parto?

Se você está planejando fazer um tratamento capilar a laser durante a gravidez, ou se acabou de iniciar o tratamento, está no meio de um, é melhor adiar as sessões de tratamento até o parto. A depilação a laser não é um efeito cumulativo, portanto, qualquer interrupção no cronograma não prejudicará os benefícios das sessões de tratamento anteriores. 

Assim que o parto for concluído com sucesso e o bebê estiver bom o suficiente para ser um pouco independente sozinho, você pode retomar suas sessões de tratamento. Até então, optar por técnicas alternativas de depilação é uma possibilidade após obter uma recomendação do seu médico.

Métodos Alternativos de Remoção de Pêlos

Além da depilação a laser, existem várias técnicas tradicionais e algumas técnicas profissionais que podem cuidar do excesso de pelôs no corpo. Estes são:

1. Remoção de pelô por eletrólise

O método usado para remover os pêlos é bastante doloroso. Semelhante à remoção a laser, a eletrólise atinge os folículos capilares, danificando-os usando eletricidade. É realizado um processo chamado eletrólise galvânica que emite pequenas quantidades de corrente elétrica e destrói o folículo piloso. 

Isso deve ser evitado, uma vez que a corrente elétrica pode atingir o bebê devido às propriedades condutoras do líquido amniótico que envolve a criança.

2. Remoção de pelô com cera

A maioria das mulheres costumam fazer a depilação com cera. É bastante eficiente e mais fácil de ser feito em casa, economizando. No entanto, a depilação com cera é brutal para a pele e, durante a gravidez, a pele sensível pode reagir fortemente a ela. Seja extremamente cuidadoso, pois a cera pode deixar marcas de contusão em seu corpo nesse caso.

3. Remoção de pelô usando cremes

Certos cremes existentes no mercado utilizam produtos químicos e outros elementos para destruir os fios e removê-los. Alguns dos principais constituintes desses cremes são os pós de sulfeto de bário e ácido tioglicólico de cálcio. 

Aplicar o creme na pele com risco de absorção desses produtos químicos é complicado, pois sua segurança ou natureza nociva não foram definidas para mulheres grávidas. No entanto, o forte odor que acompanha os cremes e suas reações químicas na pele sensível pode considerá-los inadequados para uso.

4. Remoção de pelo usando lâmina

Este método é barato, conveniente e extremamente seguro durante a gravidez. Tenha cuidado com sua pele, pois você pode facilmente se cortar com uma lâmina. Deixe seu parceiro ajudá-lo a alcançar as áreas difíceis abaixo do abdômen.

A depilação a laser durante o início da gravidez e seus efeitos não foram estabelecidos, mas é melhor evitá-la durante a gravidez. É melhor optar por métodos padrão de remoção de pêlos, como lâminas ou tiras de cera, em vez de técnicas que envolvam produtos químicos, eletrólitos e lasers. 

Faça tudo o que puder para manter você e seu bebê seguros, os pelôs do corpo podem ser cuidados a qualquer momento.

Leia isto a seguir:

Tampão mucoso: o que é? quando sai? como identificar?

Alterações intestinais na gravidez

Como aliviar azia na gravidez

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.